Home Assistência

Imprimir E-mail

 

Atendimento da criança e do adolescente

As atividades de atendimento terciário são realizadas essencialmente no HC – Campus e UE. Nestes cenários são atendidos pacientes tanto nas enfermarias como em ambulatórios, sendo considerado como referência regional e mesmo nacional em várias especialidades como Neonatologia, Nefrologia, Gastroenterologia, Infectologia, Pneumologia, Reumatologia, Imunologia e Alergia, Hematologia, Cancerologia, Endocrinologia, Cardiologia e Emergência Pediátrica.

Dentre os atendimentos de alta complexidade salientamos a participação em programas de transplantes renais, de medula óssea e de transplantes autólogos com células troncos de sangue periférico em tumores sólidos.

Atualmente o DPP dispõe no Hospital das Clínicas – Campus 45 leitos de neonatologia, 40 na enfermaria, 4 na unidade especial de Tratamento de Moléstias Infecciosas (UETDI); na Unidade de Emergência 24 na enfermaria, 8 na Unidade de Molestias Infecciosas Infantis e 14 leitos de observação no pronto atendimento; nas CTIs dispomos de 20 na CTI neonatal, 16 na CTI pediátrica e no CRM –Mater 5 leitos de cuidados intermediários e 35 no alojamento conjunto. As atividades ambulatoriais são desenvolvidas em 31 ambulatórios especializados alem do denominado Pediatria Geral. Os locais de trabalho, enfermarias e ambulatórios, estão com suas capacidades esgotadas necessitando urgentemente de ampliação.

Os atendimentos secundários são realizados no CRM - Mater (neonatologia) e CSE - Cuiabá e Centro do Respirador Bucal e os primários na Vila Lobato e no CSE - D. Pedro.

Todas as atividades são supervisionadas por docentes, que com freqüência atuam em mais de um setor devido à falta de pessoal.

Foram realizadas entre 2005 e 2008, por ano, cerca de 26000 consultas no HC-campus, 4000 por consultas no ambulatório da UE, 12000 consultas na Vila Lobato, 31000 consultas no CSE, cerca 2000 internações no Berçário, 1700 internações nas enfermarias do HC-campus, 100 internações no CTI neonatal, 1300 na enfermaria da UE, 300 no CTI campus e 220 no CTI da UE. Houve aumento da complexidade dos pacientes atendidos devido à hierarquização do atendimento médico na região e do numero de internações nas CTIs pelo aumento do numero de leitos nesta área.

Outra atividade de extensão desenvolvida no DPP é relacionada ao Laboratório de Pediatra onde são realizados exames de rotina como dosagens de metais séricos, xilose, cloro no suor, H2 expirado, esteatócrito, pesquisa de cromossomo Ph, de fator anti-endomísio, de citomegalovírus por PCR, antigenemia para citomegalovirus e aldolase sérica.

A construção e funcionamento do HC-Criança, que estava previsto no plano de metas anterior, sofreu atraso em sua execução estando no momento em fase acelerada, com planos de término para 2010. Com a conclusão deste empreendimento, esperamos ampliar o atendimento de pacientes de alta complexidade já que no quadro atual os serviços estão com suas capacidades esgotadas, tanto em infraestrutura física como de pessoal. 

 

Redes Sociais